eu-empresa-11-ações-para-um-introvertido-criar-uma-marca-pessoal-forte
Assine para receber em primeira mão nosso conteúdo exclusivo. 
LISTA VIP

Escrevo este artigo para aquele que já entendeu a importância de uma marca pessoal bem gerenciada para melhorar sua visibilidade pessoal e profissional, mas que se sente introvertido demais para andar com isso.

Antes de listar minhas dicas quero ter certeza de que você entende que nem sempre um introvertido é tímido. Sei bem disso porque sou uma introvertida assumida, mas nada tímida.

Por não querer ser criticado o tímido se recolhe, ele tem medo do julgamento negativo. Já o introvertido prefere estar com os seus pensamentos, ideias e reflexões e eventualmente precisa estar na “caverna”.

Para deixar claro, chamo assim os momentos de “caverna”, quando tenho a necessidade de estar sozinha no meu escritório, pesquisando, estudando, criando e silenciando.

Apesar de você estar convencido sobre o desenvolvimento da sua marca pessoal, gostaria de deixar claro que isso não significa que deva virar uma celebridade. Uma marca de valor não é medida pela sua popularidade.

Marca Pessoal é movimento, mexa-se!

Sendo assim, que tal começar a movimentar sua marca pessoal tendo como objetivo:

  • Deixar claro como quer ser visto,
  • Demonstrar como ajuda as outras pessoas e
  • Ter certeza de que está se relacionando com as pessoas certas?

“Sua marca é o que as pessoas dizem sobre você quando você não está na sala.”  Jeff Bezos

Agora, com tudo esclarecido, vou listar, para você introvertido, algumas das maneiras de construir uma marca pessoal forte (serve também para os extrovertidos):

  1. Fale sobre suas realizações e ideias – para alguns soa arrogante expor suas conquistas e méritos, mas isso é necessário. Estude a melhor forma de se posicionar, as pessoas não ficam investigando a sua vida e o seu chefe provavelmente já esqueceu do seu currículo. Recomendações e depoimentos pode ser uma maneira de fazer com que outros deem relevância para os seus feitos.
  2. Cuidado com a autocrítica – os introvertidos tendem a buscar a perfeição já que são muito conscientes. Para falar a verdade, odeiam errar. Não seja duro com você mesmo e busque o sucesso, mesmo falhando eventualmente.
  3. Tenha ao menos um mentor extrovertido – escolha quem impulsiona e tira você da zona de conforto, ajudando a consolidar suas habilidades e até mesmo atestar suas referências.
  4. Escolha a dedo seus relacionamentos – eles serão influenciadores da sua imagem, lembre que qualidade é melhor do que quantidade. E qualidade de relacionamento tem a ver com comportamento, valores e objetivos. Você só precisa de quem o apoia e de quem você ajuda próximos a você.
  5. Ensaie situações que o deixa nervoso – reuniões, apresentações, palestras, negociações, chamadas para o chefe; são exemplos de situações que podem deixar você inseguro e o desequilibrar. Então, faça um roteiro e simule a situação, além de mais seguro passará mais naturalidade e credibilidade.
  6. Você não precisa falar em público – mesmo para os extrovertidos e não tímidos, o medo de falar em público pode acontecer. Use recursos como vídeos para se comunicar, eles trazem as vantagens de se falar em público: sua expressão corporal e tom de voz.
  7. Deixe seu ambiente falar por você – em fotos, vídeos chamadas ou pessoalmente em seu escritório ou mesa, deixe o que o cerca falar sobre você. Seus hobbies, gostos, premiações e valores.
  8. Demonstre o valor que entrega aos outros – marca pessoal não é somente sobre ser visto como realmente é, também é sobre o valor que entrega aos outros. Compartilhe conhecimento, expresse seu ponto de vista sobre assuntos atuais e sua gratidão pelo que importa. Reconheça abertamente as pessoas que o ajudam e inspiram, seja generoso.
  9. Use as redes sociais a seu favor – a comunicação online deixa o introvertido mais à vontade. Por isso, criar conteúdo de valor, em redes sociais estratégicas para o seu segmento e público de interesse é excelente para sua visibilidade. As redes sociais são pontos de encontro e discussões, onde “todo mundo” tem acesso.

Concluindo, o mais importante, sua marca pessoal deve ser clara e relevante. Construída de forma continuada para que você permaneça no mercado a longo prazo. Para isso, expanda suas habilidades e conhecimentos. Invista em si mesmo! A movimentação positiva no seu currículo e o levará a níveis cada vez mais altos.

Acompanhe nossas soluções, em breve novidades para quem quer ter uma marca forte!